segunda-feira, 13 de outubro de 2014

O Prodígio no Vinho

Procuro me manter atento para perceber coisas, eventos e principalmente pessoas fora do comum. Encanta-me deparar com coisas incríveis, pioneirismo e ousadia.
No vinho como em qualquer mercado nos acostumamos muito, nos acomodamos seja com a mesma loja, o mesmo estilo de vinho, estilo de gastronomia. Os negociantes de vinho também.

Percebo que os novos importadores, distribuidores vêm com um modelo já desgastado, acreditando ser o único e o que é pior não se adaptam às próprias características e estrutura, se colocando muitas vezes em uma situação difícil para se manter no mercado. O resultado é que muitos vinhos ficam com posicionamento desordenado e confunde ainda mais o consumidor.

Você já deve ter percebido que sempre procuro me posicionar de maneira positiva mesmo diante de situações não tão favoráveis e realmente esse não é um bom momento para o mercado, são muitos vendedores, mas muito poucos prontos para vender. A maioria vive de uma ilusão, mais que isso uma vaidade de ser importador/produtor de vinhos e sem falar nos especialistas.

Particularmente precisei de uma década para me sentir seguro em falar de vinhos, só após viajar e provar muitos vinhos pude perceber que esse é um conhecimento amplo, vasto e que requer muito de nós mesmos. Hoje considero que tenho um conhecimento razoável e ainda tenho muito o que ler, provar e me comunicar, para aprimorar ainda mais.
O espírito aguçado pelo novo, a curiosidade, me levou a conhecer sempre mais e principalmente me manter na condição de aluno, o novo sempre nos surpreende! Acredito que esse espírito leva muitos outros e muito mais do que eu se tornarem prodígios. 

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Como é Difícil Escolher um Nome...

Quando um casal recebe a noticia que um filho está a caminho, normalmente é aquela euforia, se for o primeiro, reações das mais diversas...o tempo passa, descobre-se o caminho do gerar, do cultivar, um desejo de se conhecer o fruto desse semente. Com o tempo também se vive uma angustia: que nome terá?

As pessoas costumam criar muitos nomes em suas cabeças até escolher um, e nem sempre o resultado cai no gosto das pessoas à volta, porém são sempre justificáveis, aliás, os pais da criança sempre sabem o que estão fazendo...será?

Bom, no vinho o processo é semelhante, muitos acabam por optar pelo tradicional, pelo usual, mas muitos inovam e muito.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

A Roda Astrológica do Vinho


 Dizem os astrólogos que vivemos a era de aquário, um período onde as pessoas vertem suas águas, ou simbolicamente, deixa seus sentimentos fluírem, ainda na posição de joelhos o que nos remete à figura da humildade. Fevereiro foi o mês dos aquarianos, além desse que escreve temos muitos outros. À minha volta estou cercado, é provável que à sua também tenha. Os estudiosos no tema se referem aos aquarianos como aqueles que estão à frente do seu tempo, vivem no mundo das ideias, mas são amorosos e dedicados.

Esse assunto veio à baila e me peguei pensando que não tinha pensado em uma relação astrológica com os vinhos, mas se os vinhos biodinâmicos estão tão ligados a diversos mistérios, será que os astros influenciam nos vinhos ou nas uvas?

Comecei a pensar nesse paralelo, se um vinho fosse...

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Vinho Sensual?

Recentemente uma data inusitada foi comemorada: O Dia do Sexo!

Nossa sociedade desde tempo em que sabemos civilizada trata o sexo com tabus e outras diversas bandeiras, até a diversidade. Durante o final da idade moderna e o inicio da nossa época esse tema foi abordado por uma visão mais intimista, mais individual, o romantismo tratou de trazer uma estética menos racional, instintiva fazendo fluir uma fantasia, que culmina no erotismo dos anos 20 aos dias atuais.
Sabemos que hoje há uma cultura mais agressiva, explicita, propondo um liberalismo que muitos acreditam ser o ideal, como se o corpo fosse um território à parte da alma. Se traduzíssemos esses movimentos ao vinho, essa visão é como se dissociássemos o liquido vinho do seu produtor, ou sua origem, e teríamos um vinho pelo vinho.

Particularmente gosto da visão de prazer que o vinho nos dá, por isso a ideia de sexo pelo sexo jamais me deixou à vontade. Para ser bem honesto o sexo nu e cru é para mim como beber um vinho só para se embriagar, não tem graça!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...